Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1791
metadata.dc.type: Artigo
Title: A implementação do Planejamento Baseado Em Capacidades (PBC) na FAB e sua relação com o Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP)
Authors: Reynaldo, Alexandre Pereira
Elices Neto, Luis Rosal
Advisors: Silva, Peterson Ferreira da
Course: Curso de Altos Estudos em Defesa (CAED)
Keywords: Planejamento Baseado em Capacidades (PBC);Defesa Nacional;Gestão de projetos;Força Aérea Brasileira
Issue Date: 2023
Publisher: Escola Superior de Defesa (ESD)
Abstract: Capability-Based Planning (CBP) has become the planning method in several countries to provide better rationalization of resources allocated in the defense sector. With the same objective, the Brazilian Air Force (FAB) is implementing the PBC methodology within the scope of the Air Force General Staff (EMAER), using the existing model, which already incorporates a Project Management Office (PMO). Therefore, the objective of this work is to identify the advantages and disadvantages of this model, through the relationship between the PBC and the EGP. For this purpose, the methodology of bibliographical and documentary review of legislation and standards that address the PBC and EGP within the scope of the FAB was used. The importance of this work is characterized by the increasing need to adapt strategic planning relating to national defense, by obtaining capabilities that adhere to reality and are correctly adapted to the budgetary limitations experienced by the armed forces. The work resulted in the identification of the various advantages and some disadvantages of the model, which, in conclusion, could help guide future planners, in order to maximize the advantages and mitigate the disadvantages listed, in addition to helping possible implementation of the model in other spheres of defense.
Description: O Planejamento Baseado em Capacidades (PBC) tornou-se o método de planejamento em vários países para prover uma melhor racionalização dos recursos alocados no setor de defesa. Com o mesmo objetivo, a Força Aérea Brasileira (FAB) está implantando a metodologia do PBC no âmbito do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), utilizando-se do modelo existente, que já incorpora um Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP). Desse modo, o objetivo deste trabalho é identificar as vantagens e desvantagens desse modelo, por meio da relação entre o PBC e o EGP. Para isso foi empregada a metodologia de revisão bibliográfica e documental das legislações e normas que abordam o PBC e o EGP no âmbito da FAB. A importância desse trabalho está caracterizada pela necessidade cada vez maior de adequar o planejamento estratégico relativo à defesa nacional, por meio da obtenção de capacidades aderentes à realidade e que estejam corretamente adequadas às limitações orçamentárias vivenciadas pelas forças armadas. O trabalho resultou na identificação das diversas vantagens e algumas desvantagens do modelo, que, como conclusão, poderão ajudar a orientar futuros planejadores, a fim de maximizar as vantagens e mitigar as desvantagens elencadas, além de auxiliar possíveis implantações do modelo em outras esferas da defesa.
URI: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1791
Appears in Collections:Coleção de Artigos (Planejamento Estratégico e Gestão)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
42 – TCC CAED 2023_ Alexandre Pereira Reynaldo_ Luis Rosal Elices Neto.pdf1.92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.