Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1749
metadata.dc.type: Monografia
Title: Comunicação, burocracia e poder: a comunicação interna na Superintendência de Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás
Authors: Carvalho, Brenda Gomes
Advisors: Vianna, Gilberto de Souza
Course: Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia (CAEPE)
Keywords: Segurança pública - Goiás (Estado);Perícia criminal;Ciência Forense;Burocracia
Issue Date: 2020
Publisher: Escola Superior de Guerra
Abstract: This monography deals the issue of communication in the Superintendence of Technical-Scientific Police in Goiás State, Brazil, a State organ, component of Secretary of Public Security, which acts in the production of technical evidence, an important part in the criminal prosecution of crimes in Brazil, and essential in avoid wrongful convictions and miscarriage of justice. The objective of the work was to identify the obstacles related to internal communication in the organ in question, since the criminal expertise is based on scientific concepts and methods that carry an intrinsic complexity, and for this reason may not be fully understood by its users, including forensic experts themselves. The methodology used sought a theoretical framework on communication, on the bureaucratic organization in Brazilian institutions, and on the understanding of forensic expert reports by its users in police organizations in other countries. In addition, a survey was carried out with criminal experts from SPTC-GO to investigate their perception of internal communication and the exchange of information between different technical areas of the institution. The research showed the existence of multiple factors that contribute to inefficient communication, including professional qualification, experience in the profession, and the quality of the initial training when entering the institution. These results point to aspects that need more attention from the institution and indicate points in which is necessary to intervene in order to minimize the negative impacts that communication problems bring to the effectiveness of forensic work.
Description: Esta monografia aborda a questão da comunicação no âmbito da Superintendência de Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás (SPTC-GO), órgão de Estado, componente da Secretaria de Segurança Pública e que atua na produção da prova técnica, parte importante na persecução penal dos crimes no Brasil, e essencial para evitar condenações injustas e erros judiciários. O objetivo do trabalho foi identificar os óbices relacionados à comunicação interna no órgão em questão, uma vez que a perícia criminal se baseia em conceitos e métodos científicos que carregam uma complexidade intrínseca, e por esse motivo podem não ser plenamente compreendidas por seus usuários, entre os quais se inclui os próprios peritos criminais. A metodologia utilizada buscou um referencial teórico sobre comunicação, sobre a organização burocrática nas instituições brasileiras, e sobre a compreensão de laudos periciais por seus usuários em organizações policiais de outros países. Além disso realizou-se uma pesquisa com peritos criminais da SPTCGO a fim de investigar sua percepção sobre comunicação interna e a troca de informações entre diferentes áreas técnicas da instituição. A pesquisa demonstrou a existência de múltiplos fatores contribuintes para a comunicação ineficiente, entre eles a formação profissional, a experiência na profissão, e a qualidade da formação inicial ao entrar na instituição. Esses resultados apontam para aspectos que precisam de mais atenção por parte da instituição, e indicam pontos em que é necessário intervir a fim de minimizar os impactos negativos que os problemas de comunicação trazem à efetividade do trabalho pericial.
URI: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1749
Appears in Collections:Coleção de Monografias (Segurança Pública)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - Final Oficial rev bib.brenda.pdf867.46 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.