Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1421
metadata.dc.type: Artigo
Title: Impactos das mudanças climáticas na agropecuária brasileira e os desafios para a segurança alimentar e humana
Authors: Távora, Fernando Lagares
França, Fabiano Franco
Advisors: Lima, José Roberto Pinho de Andrade
Course: Curso de Altos Estudos em Defesa (CAED)
Keywords: Agropecuária;Segurança Alimentar;Mudanças climáticas;Forças Armadas
Issue Date: 2021
Publisher: Escola Superior de Defesa
Abstract: The present work investigates, focusing on the next ten years, climate change effects on Brazilian agriculture and its consequences for national security. For its development, a recursive literature review was carried out, a heating scenario analysis was performed and, for the cognitive, theoretical and empirical examination of the issues analyzed, the Copenhagen School, which proposes the expansion of security concept and analyzes securitization process threats to State. The main results indicate that climate change causes significant changes in climatic and hydrological cycles, intensify impacts of extreme events, cause biodiversity loss, and increase the risk of vectors, new pathogens and pandemics. In Brazil, although not it will have a devastating impact on its productive systems in the next decade, the country will start to suffer gradual productive and economic losses from 2050 in agriculture and will have greater difficulties to guarantee human security. Under this scenario, the study points out that the country must immediately act at the strategic, operational and tactical levels to face the ongoing climate change effects with the adoption of economic, agricultural, environmental and food security policies. In the military sector, it is urgent to begin the process of adapting the armed forces to deal with the challenges of its growing employment in civil defense support missions; organizational transformations and adaptations; dealing with situations of floods, disasters, outbreaks vectors, diseases and pandemics to combat the risks associated with climate change.
Description: O presente trabalho investiga, com foco nos próximos dez anos, os efeitos das mudanças climáticas na agropecuária brasileira e seus reflexos para a segurança nacional. Para seu desenvolvimento, foi realizada revisão bibliográfica recursiva, estudo de dados de cenários de aquecimento, e, para o exame cognitivo, teórico e empírico das questões analisadas, foi utilizada, como marco teórico, a Escola de Copenhague, que propõe a ampliação do conceito de segurança e analisa o processo de securitização de ameaças ao Estado. Os resultados principais indicam que as mudanças climáticas provocam alterações significativas nos ciclos climáticos e hidrológicos, intensificam impactos de eventos extremos, causam perda de biodiversidade, aumentam os riscos de alastramento de vetores, de novos patógenos e de pandemias. No Brasil, embora não se estime impacto devastador em seus sistemas produtivos na próxima década, começará a sofrer perdas produtivas e econômicas graduais a partir de 2050 na agropecuária e terá maiores dificuldades para garantir a segurança humana. Ante esse cenário, o estudo aponta que o país deva, imediatamente, atuar nos níveis estratégico, operacional e tático para enfrentar os efeitos em curso das mudanças climáticas com adoção de políticas econômicas, agrícolas, ambientais e de segurança alimentar. No setor militar, é urgente que se comece o processo de adaptação das forças armadas para lidar com os desafios de seu emprego crescente em missões de apoio à defesa civil, de transformações organizacionais, de enfrentamento de situações de inundações, catástrofes, surto de vetores, doenças e pandemias para combate aos riscos associados às mudanças climáticas.
URI: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1421
Appears in Collections:Coleção de Artigos (Meio Ambiente)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FABIANO FRANÇA_FERNANDO TÁVORA (42D).pdf998.93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.