Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1316
metadata.dc.type: Monografia
Title: Análise da política externa brasileira: o poder exercido pelo Brasil, na geopolítica mundial, entre os anos de 2003 a 2014
Authors: Barros, Vinícius Tijolin
Advisors: Herz, Mônica
Course: Programa de Pós-Graduação em Segurança Internacional e Defesa (PPGSID)
Keywords: Política externa - Brasil;Geopolítica;Silva, Luiz Inácio Lula da;Relações exteriores
Issue Date: 2020
Publisher: Escola Superior de Guerra (Campus Rio de Janeiro)
Abstract: Power is a central concept in international relations. This paper aims to understand, through study and analysis, the influence and power exercised by Brazil within the world geopolitical order, during the years 2003 to 2014, evaluating if the South-South relations contribute to greater Brazilian performance on the international scene, based on the behavior of the Brazilian elite and the performance of the government. The study was conducted based on deductive reasoning and bibliographical research was used as methodological procedure. The analysis of Brazilian behavior showed traces of the theoretical currents liberalism, neoinstitutionalism and constructivism. The Brazilian acting in foreign affairs presented an autonomous posture supported by strategic partnerships and horizontal dialogue of South-South Cooperation. Revealing an innovative and audacious policy that projected Brazil into the international system. The Brazilian State has gained a voice in the international system, making its voice heard in various areas, such as commercial transactions, environmental and social issues, in which the speeches have been converted into alliances for the conception of a less asymmetrical, more inclusive and multilateral international system.
Description: O poder é um conceito central em relações internacionais. Este trabalho visa compreender por meio de estudo e análise a influência e o poder exercido pelo Brasil dentro da ordem geopolítica mundial, durante os anos de 2003 a 2014, avaliando se as relações Sul-Sul colaboram para uma maior atuação brasileira, no cenário internacional, tendo como base o comportamento da elite brasileira e a atuação do governo. O estudo foi realizado com base no raciocínio dedutivo sendo utilizada como procedimento metodológico a pesquisa bibliográfica. A análise do comportamento brasileiro mostrou traços das correntes teóricas liberalismo, neoinstitucionalismo e construtivismo. A atuação brasileira em assuntos externos apresentou uma postura autônoma apoiadas em parcerias estratégicas e no diálogo horizontal da Cooperação Sul-Sul. Revelando uma política inovadora e arrojada que projetou o Brasil no sistema internacional. O Estado brasileiro conquistou voz no sistema internacional, fazendo-se ouvido em áreas diversas, como em transações comerciais, temas ambientais e sociais, em que os discursos foram convertidos em alianças para concepção de um sistema internacional menos assimétrico, mais inclusivo e multilateral.
URI: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1316
Appears in Collections:Coleção de Monografias (Política Externa)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vinícius Tijolin Barros.pdf1.12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.