Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1210
metadata.dc.type: Artigo
Title: Segurança Ativa em Contrainteligência na defesa do Estado Democrático de Direito
Authors: Frazão, Douglas Campos
Advisors: Gonzales, Selma Lúcia de Moura
Course: Curso de Altos Estudos em Defesa (CAED)
Keywords: Contrainteligência;Segurança;Serviço de Inteligência;Defesa Nacional - Brasil
Issue Date: 2019
Publisher: Escola Superior de Guerra (Campus Brasília)
Abstract: This paper analyzes the Active Security in Counter-intelligence as a tool in the defense of Democratic States of Law. The Intelligence Services - IS - as an integral and permanent part of the government structure, both in the civil and military spheres, are a specific phenomenon from the twentieth century. The overall objective is to relate the Counter-intelligence function in the Intelligence Activity to the legitimate and legal defense of the Democratic Rule of Law. Its methodological basis is the bibliographic research and the several concepts based on authors corresponding to the themes explained in each chapter. It makes reflections about the concepts of State, sovereignty, defense, Democratic State of Law, reason of State and State secret, relating them in a logical-conceptual bond. It examines the definitions of Intelligence, Intelligence Activity, Intelligence Cycle and Counter-intelligence. It observes the conceptual basis of Active Security in Counter-intelligence forming a set of important tools for the defense of the Democratic Rule of Law. As a result, it concludes that within the specificities of Counter-intelligence, the branch of Active Security provides effective tools for the defense of the people, territory and political institutions of democratic countries.
Description: Este trabalho analisa a Segurança Ativa em Contrainteligência como um instrumento de defesa do Estado Democrático de Direito. Os Serviços de Inteligência – SI – como parte integrante e permanente da estrutura governamental, tanto no âmbito civil quanto no militar, são um fenômeno específico oriundo do século XX. O objetivo geral consiste em relacionar a função de Contrainteligência da Atividade de Inteligência com a defesa legítima e legal do Estado Democrático de Direito. Tem como base metodológica a pesquisa bibliográfica sendo os diversos conceitos fundamentados em autores correspondentes aos temas explanados em cada capítulo. Faz reflexões acerca dos conceitos de Estado, soberania, defesa, Estado Democrático de Direito, razão de Estado e segredo de Estado, relacionando-os em um vínculo lógico-conceitual. Examina as definições de Inteligência, Atividade de Inteligência, Ciclo de Inteligência e Contrainteligência. Observa a base conceitual de Segurança Ativa em Contrainteligência como formando um conjunto de importantes ferramentas para a defesa do Estado Democrático de Direito. Como resultado, conclui que dentro das especificidades da Contrainteligência, o ramo da Segurança Ativa fornece ferramentas eficientes para a defesa do povo, do território e das instituições políticas dos países democráticos.
URI: https://repositorio.esg.br/handle/123456789/1210
Appears in Collections:Coleção de Artigos (Inteligência)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DOUGLAS Campos Frazão.pdf370.58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.